A gente nunca aprendeu a perder, e não aceitar a perda é o nosso erro

by - 4/08/2019 05:37:00 PM

Nunca estamos prontos para perder alguém que amamos, definitivamente é algo que nos assusta. Eu tenho refletido muito sobre perdas nos últimos meses, e comecei a entender melhor essa questão do “perder”.

 Desde pequenos somos ensinados a ganhar todas as coisas que almejamos, custe o que custar, seja essa conquista um emprego, um alguém, um amor, uma amizade, não importa, a gente sempre tem que ganhar, e quando perdemos algo ou não conseguimos realizar esse desejo com êxito, a gente se frusta, chora, esperneia, diz que nada faz sentido. E talvez não faça mesmo, pois estamos rodeados de pessoas que sempre nos pediram para ganhar tudo, sem pensar que perder também faz parte do processo.

Há 4 meses eu tive que lidar com a partida repentina da minha melhor amiga do colégio, não foi fácil para mim, entender que as pessoas podem partir por escolha própria e abrir mão da gente por motivos relevantes ou não. Há 2 meses eu perdi mais uma amiga, dessa vez não foi uma escolha, a morte a levou sem que a gente pudesse se despedir, e olha que engraçado, semanas antes dela morrer tínhamos saído juntos para uma balada aqui de São Paulo, a qual eu não estava a fim de ficar, ficamos horas conversando, choramos (sim, choramos na balada) e nos abraçamos. Eu consigo reimaginar a cena dos olhos dela me olhando e sua boca dizendo que me amava muito. Não foi fácil perdê-la, mas eu entendi que ela se foi, mas os momentos ficaram, porque é isso, a gente pode perder tudo, mas na vida continuamos a ganhar momentos.

Hoje faz 17 dias que perdi uma amizade sincera, e pura, a amizade da minha cachorrinha, que faleceu mês passado, de repente também, e eu não conseguia acreditar que estava perdendo mais uma vez, sem ganhar nada em troca. As minhas entradas e saídas do veterinário foram mais dolorosas do que se pode imaginar, e quando eu finalmente tive que vê-la partir, eu me recusei a acreditar que mais uma vez a morte venceu e eu perdi em tão pouco tempo. Eu perdi de novo. Aí comecei a me questionar e perguntar ao universo o que estava acontecendo, e o porquê do motivo de tantas perdas.

Sabe, às vezes a vida não é sobre as grandes batalhas que vivemos, ela é mais do que isso, é sobre as coisas que aprendemos e cultivamos durante todos os processos que nos fazem lutar todos os dias, a vida não é sobre quantos relacionamentos deram certo, mas sobre quantas vezes você aprendeu a ceder, a sorrir e fazer sorrir. A vida não é sobre a quantidade de amigos que temos, mas sim sobre a experiência que cada amigo é capaz de passar para a gente, e sobre todos os momentos que foram aproveitados com vontade, com alegria e com coragem. A vida não é o quanto se acumula durante o processo, mas o quanto é vivido até aonde tem que se viver, e quantos sorrisos você sabe apreciar durante a sua jornada aqui na terra.

 A VIDA É SOBRE O QUE A GENTE É CAPAZ DE CULTIVAR SEM QUERER NADA EM TROCA.

You May Also Like

2 comentários

  1. você é uma inspiração pra mim, obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clara,
      Muito obrigado pelo carinho, pois saiba que vocês também me inspiram demais <3
      Um beijo!

      Excluir

SIGA @SOU_PETRUS